NBPG/CCR RodoNorte conquista o título inédito da Supercopa Brasil

13.08.2018   |   Competições
Compartilhe Facebook Twitter

Foto: Rodrigo Czekalski / CCR RodoNorte

A equipe adulta masculina do projeto Novo Basquete Ponta Grossa/CCR RodoNorte (NBPG) pode comemorar: é a campeã da Supercopa Brasil de Basquete, que terminou no último sábado (11) no Ginásio Borell du Vernay. Na decisão do torneio, o NBPG/CCR RodoNorte venceu a ADRM Maringá Basquete (PR) por 75 a 46 (34 a 20 no intervalo) e se tornou o primeiro time paranaense na história a vencer o torneio nacional.

Com o título, a equipe de Ponta Grossa ganha o direito de pleitear uma vaga na Liga Ouro, Divisão de Acesso ao Novo Basquete Brasil (NBB), na temporada 2019. O treinador do NBPG, Milos Alexander, destacou a evolução da equipe e a participação da torcida durante o campeonato, mesmo com alguns desfalques na preparação.

“Esses três últimos meses foram complicados porque tivemos a ausência de alguns atletas nos treinamentos, mas desde o início, quando descobrimos que a competição seria em casa, sabíamos da nossa força dentro do torneio. Tentamos colocar tudo que treinamos em prática, e trabalhamos com garra total cada detalhe. Crescemos dentro da competição e conseguimos mostrar a nossa força na decisão”, disse o técnico.

“Batalhamos muito para chegar neste patamar, é um trabalho que vem desde o início deste projeto. Sabemos do quanto a história do basquete na nossa cidade é rica e recheada de conquistas, e para nós é um orgulho ajudar a escrever mais um capítulo desta vitoriosa trajetória”, acrescentou Milos Alexander.

A caminhada do NBPG/CCR RodoNorte até o título da Supercopa foi invicta: quatro vitórias em quatro jogos na fase nacional do torneio. Antes disso, em maio, a equipe de Ponta Grossa havia se tornado tetracampeã da Fase Sul da Copa Brasil com três vitórias em três jogos, qualificando o projeto para a etapa decisiva do torneio. “É uma felicidade imensa participar de um grupo tão comprometido com seus objetivos, e a maior prova veio com este título da Supercopa. Todos estão de parabéns”, frisa o ala/pivô Cícero, capitão da equipe campeã.

Os anfitriões da Supercopa 2018 conquistaram o título com os armadores Lucas Duso, Wilsinho e Djair; os alas Leo Dias, Pedro Galoxa, Batata e Jackson; além dos pivôs Cássio, Cícero, Baby, Nilson e Felipe Braga. A comissão técnica campeã é composta, além do técnico Milos Alexander, pelo preparador físico Cleiton Macedo e o Gerente Geral Gustavo Moreira.

 

Sucesso de Público

Em cinco dias de competição, o Ginásio Borell du Vernay recebeu bons públicos desde o início da semana: ao todo, cerca de 4 mil torcedores passaram pelo ‘Templo do Basquete’ durante a competição. “Ponta Grossa está de parabéns pela organização, o empenho para receber bem a todos. O espetáculo foi muito bem feito, e o mais importante é que o público participou disso e deu um brilho especial para o torneio”, avalia Joaquins Feitosa Neto, representante da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) na Supercopa.

 

Prêmios Individuais

Além da taça de campeão, a equipe do NBPG/CCR RodoNorte faturou dois prêmios individuais ao final da Supercopa: o armador Wilsinho foi eleito o melhor jogador da competição e também faturou, na última sexta-feira (10), o título do torneio de arremesso da linha dos três pontos. Além de Wilsinho, o ala/pivô Mãozinha (ADRM Maringá) foi o campeão do torneio de enterradas e o ala/armador Rodrigo (Fênix Cajazeiras) foi o cestinha da competição com 68 pontos.

A Supercopa Brasil de Basquete foi realizada pela Confederação Brasileira de Basketball (CBB) em parceria com a Federação Paranaense de Basketball e a Liga Desportiva de Ponta Grossa.

 

Supercopa Brasil de Basquete – Rodada Final

Ginásio Borell du Vernay – Ponta Grossa (PR)

Sábado (11/08)

Decisão do 3º Lugar – Pato Basquete/GP (PR) 66x50 Fênix Cajazeiras (BA)

Final – NBPG/CCR RodoNorte (PR) 75x46 ADRM Maringá Basquete (PR)

 

Campeões Supercopa Brasil de Basquete

1997 – Joinville (SC)

1998 – Uberlândia (MG)

1999 – Uberlândia (MG)

2000 – Unisanta Santos (SP)

2001 – Ajax (GO)

2002 – EC Pinheiros (SP)

2003 – Brasília (DF)

2004 – Brasília (DF)

2005 a 2010 – não realizada

2011 – Tijuca Tênis Clube (RJ)

2012 – Mogi das Cruzes (SP)

2013 – Fluminense (RJ)

2014 – CEUB (DF)

2015 – Jacareí (SP)

2016 – Santos FC (AP)

2017 – UniFacisa (PB)

2018 – NBPG/CCR RodoNorte (PR)

 

 

 

Ligas chanceladas
lnb lbf
Os Wodens!
Topo