Jovens promessas brasileiras participam de Camp da NBA

28.02.2018   |   Promessas
Compartilhe Facebook Twitter

O treinador Cristiano Cedra, da ADC Bradesco, com suas pupilas Lorena e Isadora

No final de semana entre os dias 16 e 18 de fevereiro foi realizado, no Centro de Treinamentos do Los Angeles Lakers, o Basketball Without Borders (Basquete Sem Fronteiras) Global Camp, que é ligado ao NBA All-Star.

Durante os três dias, 65 jovens promessas do basquete, homens e mulheres, de 36 países, puderam ter contato com atletas e técnicos da NBA, além de assistirem a todos os eventos do NBA All-Star, como o torneio de enterradas, de três pontos e o jogo das estrelas da NBA.

E o Brasil esteve muito bem representando no evento por Lorena Vitória Anunciação, Isadora Alves Cardoso Sousa e Leonardo Colimério. Conheça um pouco da trajetória dessas nossas jovens promessas.

 

Pérolas da ADC Bradesco

Lorena e Isadora são companheiras de clube. Lorena, de 16 anos e 1,91 m, joga pelo Sub-17 da ADC Bradesco, enquanto que Isadora, de 17 anos e 1,77 m, atua pelo Sub-19. Ambas são treinadas por Cristiano Cedra.

Para Cristiano, é muito gratificante o fato das duas jovens terem sido selecionadas para o Camp da NBA. “Tem um significado muito grande para mim e para a ADC Bradesco. Elas ficaram entre as 24 melhores jovens jogadoras do mundo. Foram escolhidas por técnicos da NBA e representantes da FIBA. Isso só reforça que estamos no caminho certo, que o trabalho realizado aqui na base do clube, de formação de atletas, está dando frutos”, destacou Cedra.

Cristiano lamentou apenas que outros jovens jogadores poderiam estar vivendo essa experiência, mas não são liberados por seus clubes por medo de perderem suas revelações. “Essa é uma mentalidade que ainda precisamos mudar aqui no Brasil”, afirmou o treinador.

 

Primeiros passos

Natural de Alagoinhas (BA), Lorena é ala-pivô e começou no basquete por volta dos oito, nove anos de idade, contando sempre com o apoio da mãe. Os primeiros ensinamentos vieram no Itatiba Esporte Clube, em Itatiba (SP), pelas mãos das treinadoras Claudete Gama e Stella Zoccoli. Há três anos foi selecionada em uma clínica da Bradesco para treinar em São Paulo.

A jovem, que já havia participado de outro Camp, nas Bahamas, em julho de 2017, valorizou a oportunidade de participar deste importante evento. “É uma honra! Muitos jovens jogadores gostariam de estar lá. Uma experiência incrível. Aprendi muito na convivência com as meninas de outros países, com os técnicos e jogadores da NBA”, destacou.

Sobre o futuro, Lorena diz que sonha em defender a Seleção Brasileira e quem saber chegar à WNBA ou jogar na Europa. Entre os seus ídolos no basquete estão o ala Marquinhos, do Flamengo, e as estrelas da NBA Draymond Green, do Golden State Warriors, e Giannis Antetokounmpo, do Milwaukee Bucks.

Isadora durante o Camp no Centro de Treinamentos do Los Angeles Lakers

Da ginástica para a quadra

A história da paulista Isadora Sousa no esporte começou aos 5 anos, na Ginástica Artística, no SESI, em São Paulo. Mas como a menina foi crescendo rápido, a sugestão foi o basquete. E não é que deu certo?

Com o apoio da técnica Vilma Bernardes, Isadora começou a desenvolver o seu talento para a modalidade até chegar à Bradesco em 2016.

A ala-armadora já defendeu a Seleção Brasileira em torneios internacionais, tendo inclusive participado em 2015 da excelente campanha do Brasil na Copa América Sub-16, em Puebla, no México, quando derrotamos os EUA na semifinal e ficamos com o vice após derrota por um ponto na prorrogação para o Canadá.

Sobre o Camp da NBA, Isadora não poupou elogios. “Uma oportunidade única. Poucas jogadoras no mundo podem ter esse contato com atletas e técnicos da NBA. Treinamos bastante a parte de fundamentos. Foi uma experiência muito boa”, avaliou a jovem.

Com relação aos seu ídolos no esporte, Isadora diz que se espelhou muito na armadora Adrianinha, medalhista de Bronze em Sydney 2000. Sobre o futuro, seus sonhos são defender o Brasil em Mundiais e Olimpíadas, e também um dia chegar à WNBA ou à Europa.

Leonardo Colimério durante o Camp da NBA

Brazuca selecionado

Já o brasileiro selecionado foi o ala-armador Leonardo Colimério, de 16 anos e 1,96 m. Ele é natural de São José dos Campos (SP) e atuava nas categorias de base do São José Basketball, que é ligada ao programa Atleta Cidadão, da Prefeitura. O jogador já participou de outros camps internacionais, como o Eurocamp Next Gen. Desde agosto de 2017, estuda na Wasatch Academy, de Utah, onde disputa torneios de high school.

“Foi uma semana incrível, inesquecível na minha vida. Poder estar junto com o pessoal da NBA, estar no All-Star, ver meus ídolos de perto. Foi uma experiência única e um sonho realizado. Tive contato com o Mozgov (pivô do Nets), o Derek Fisher (campeão da NBA cinco vezes com o Lakers), Tiago Splitter (primeiro brasileiro campeão da NBA), Scott Machado (armador do South Bay Lakers)”, destacou. Além disso, no Camp, Leonardo treinou e recebeu dicas de All-Stars como o ala-pivô Al Horford, do Boston Celtics, e o armador Goran Dragic, do Miami Heat.

“Assistir ao All-Star foi bastante emocionante para mim. Foi um sonho realizado. Sempre assisti na TV, sempre tive vontade de assistir pessoalmente. Consegui realizar esse sonho, de graça. Consegui ter contato com alguns jogadores da NBA durante os treinos, foi muito gratificante. Eles ensinaram bastante coisa para mim, assim como para os outros atletas”, concluiu Leonardo.
 

 

FIBA
Os Wodens!
Topo