Notícias

28/06/2012
BRASIL COMEÇA ARRASADOR E VENCE A SEGUNDA EM SÃO CARLOS

Foto: Gaspar Nóbrega/Inovafoto/CBB
img
Seleção Brasileira terminou primeiro quarto vencendo por 29 a 7
Após vencer a Nova Zelândia, a Selecão Brasileira Adulta Masculina passou com tranquilidade pela Nigéria e conquistou sua segunda vitória no Torneio Eletrobras de Basquete. Desta vez o triunfo foi por uma vantagem mais dilatada: 104 a 65, no ginásio Milton Olaio Filho, em São Carlos (SP) nesta quarta-feira.

O destaque e cestinha do Brasil foi o ala-pivô Anderson Varejão, que anotou um duplo-duplo ao marcar 18 pontos e pegar 11 rebotes. Oguchi, da Nigéria, foi o cestinha, com 21 pontos. O próximo jogo do Brasil será contra a Grécia, nesta quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), com transmissão ao vivo pelo Sportv.

Logo no início da partida a equipe já demonstrou sua superioridade. Com uma boa troca de bola, o Brasil abriu 15 a 1 no placar, com os nigerianos marcando seu primeiro ponto com quatro minutos de partida. Já no fim, o técnico dos africanos Ayo Bakare pediu tempo, mas a seleção aumentou a vantagem e terminou vencendo por 29 a 7.

Com uma forte marcação, o time do técnico Rubén Magnano dificultava a entrada da Nigéria no garrafão. Com isto, os africanos passaram a arriscar os chutes de três, mas os brasileiros continuaram melhores e foram para o intervalo com 51 a 32 no placar. O destaque da equipe no primeiro tempo foi o ala Marquinhos, que anotou dez pontos.

Na volta, o Brasil se aproveitou dos espacos deixados pela defesa nigeriana e foi bem nos contra-ataques. Com lances de efeito, como uma triangulação entre Marcelinho, Marcelinho Huertas e Alex. Com uma cesta de três de Marquinhos, a seleção foi para os últimos dez minutos próxima da vitória, com 80 a 52 no placar.

Com uma larga vantagem, os brasileiros administraram a partida no fim e sacramentou a segunda vitória no torneio por 104 a 65.

No jogo anterior, a Grécia passou pela Nova Zelândia por 99 a 69. O destaque foi o ala Georgios Printezis, que marcou 17 pontos.

Brasil: Marcelinho (11 pontos e 2 rebotes), Marquinhos (15 pontos e 1 rebote), Anderson Varejão (18 pontos e 11 rebotes), Nenê (10 pontos e 2 rebotes), Alex (17 pontos e 1 rebote), Guilherme Giovannoni (16 pontos e 2 rebotes), Larry Taylor (3 pontos e 1 rebote), Caio Torres (8 pontos e 6 rebotes), Marcelinho Huertas (3 rebotes e 7 assistências), Vitor Benite (6 Augusto e Nezinho. Técnico: Rubén Magnano.

Nigéria: Skinn (7 pontos) Ibekwe (4 pontos), Diogu (7 pontos), Aminu (14 pontos), Dagunduro (2 pontos), Oguchi (21 pontos), Archibong, Oruche (9 pontos), Ogbouja, Obasohan, Alade e Oyedeji (1 ponto). Técnico: Ayo Bakare.