Notícias

26/08/2017
BRASIL É SUPERADO PELO MÉXICO NA SEGUNDA RODADA DA COPA AMÉRICA

Foto: Wagner Meier/Basquete360.com
img
O selecionado nacional não deixou de lutar um só momento
A Seleção Brasileira Adulta Masculina foi superada pelo México, neste sábado (dia 26), por 99 a 76 (41 a 33 no primeiro tempo), em partida realizada no Coliseo Iván de Bedout, em Medellín, Colômbia, pela segunda rodada da fase inicial da ‘Copa América – 2017 (FIBA AmeriCup – 2017)’. Com este resultado, o time comandado pelo técnico Cesar Guidetti soma três pontos, dois jogos realizados (01 vitória e 01 derrota), ocupando a segunda colocação no Grupo A.

O jogo começou nervoso e com o selecionado mexicano saindo na frente, mas logo o Brasil igualou as ações, contando com bons lances dos experientes Fúlvio Chiantia e João Paulo Batista. E, com uma bola certeira de três pontos de Leonardo Mendl, quando restavam seis minutos, o quinteto brasileiro esteve na frente pela primeira vez. A partir daí, o duelo ficou equilibrado; e com uma boa performance defensiva e ataques executados dentro do que foi estabelecido por Guidetti, o Brasil desgarrou no placar, porém não conseguiu segurar a ligeira vantagem por muito tempo, permitindo que o México reassumisse o comando do marcador na parte final do quarto (22 a 19).

No segundo, o panorama seguia o mesmo da parte final do período anterior, quando o Brasil conseguiu duas bolas certeiras de três pontos – com Renan Lenz e George De Paula – e voltou a comandar o marcador. Em seguida, a partida deu uma esfriada e as duas equipes cometeram seguidos erros – especialmente nos lances livres – e, por isso, foram se alterando na liderança do placar. Na parte final do quarto, o México aproveitou os erros do Brasil para desgarrar a fechar o primeiro tempo na frente (19 a 14).

Na volta do intervalo, o México se mostrou melhor em quadra e fez a diferença crescer bastante, contando com bom aproveitamento nos lances de média e longa distância, enquanto que Brasil viveu de lances isolados. Mas, depois de um tempo técnico pedido pelo técnico Cesar Guidetti, o selecionado nacional melhorou defensivamente, recuperou algumas bolas e fez contra-ataques certeiros com Leonardo Mendl, baixando a diferença. Na parte final, entretanto, o México fez a diferença subir um pouco (30 a 23).

No quarto final, mesmo com os jogadores brasileiros lutando bastante, o selecionado mexicano esteve melhor e fez a vantagem crescer para garantir o resultado positivo (28 a 28).

Os principais nomes da partida foram Leonardo Mendl (19 pontos, 02 rebotes, 02 assistências e 04 bolas recuperadas) e Rafael Mineiro (13 pontos, 01 rebote, 04 assistências e 01 bola recuperada), pelo Brasil; Cruz (17 pontos e 04 assistências) e Mata (17 pontos e 07 rebotes), em favor do México. A estatística completa da partida pode ser conferida neste link: http://www.fiba.basketball/ls/#8115&13283-A-3.

“Tivemos uma queda de rendimento a partir dos minutos finais do segundo quarto, depois de jogar em igualdade de condições em boa parte do primeiro tempo. E, isso foi determinante, pois o México fez uma bela partida e aproveitou bem esse nosso momento de desacerto para abrir vantagem”, comentou o técnico Cesar Guidetti.

O Brasil conclui sua participação na fase inicial da ‘Copa América – 2017 (FIBA AmeriCup – 2017)’, neste domingo (dia 27), às 17h30 (de Brasília), diante de Porto Rico. O Esporte Interativo transmite o jogo ao vivo.

INFORMAÇÃO
O atleta Bruno Caboclo foi afastado da Seleção Brasileira, pelo gerente do selecionado nacional masculino, Renato Lamas, com aval da direção da Confederação Brasileira de Basketball (CBB), depois de cometer um ato de indisciplina durante a partida entre Brasil e México.

“O atleta Bruno Caboclo cometeu um ato de indisciplina, se negando a entrar em quadra quando o técnico solicitou, e, por isso, foi afastado da Seleção Brasileira. Pelos princípios que norteiam a atual gestão da Confederação Brasileira, nós não podemos permitir que nenhum atleta, cometa um ato de indisciplina desse porte vestindo a camisa da Seleção Brasileira”, explicou Renato Lamas, gerente do selecionado nacional masculino.


Galeria de Fotos - FIBA