Notícias

21/07/2017
NUTRICIONISTAS ESTÃO DANDO SUPORTE ÀS ATLETAS NA PREPARAÇÃO PARA COPA AMÉRICA

Foto: Kiko Ross/CBB
img
Mirtes Stancanelli tem feito um trabalho amplo com as meninas da Seleção Brasileira
Não são apenas as atletas e a comissão técnica da Seleção Brasileira Adulta Feminina que estão trabalhando duro em Pindamonhangaba (SP), as profissionais que integram a equipe de Nutrição da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) também estão se movimentando bastante para ajudar as jogadoras nesse processo se preparação e busca da melhor performance para a disputa da ‘Copa América – 2017 (FIBA Women’s AmeriCup – 2017)’, que ocorre de 06 a 13 de agosto, em Buenos Aires, na Argentina.

A coordenadora de nutrição, Mirtes Stancanelli, que está trabalhando ao lado da estagiária Marcela Reymond Simões, relatou que a etapa inicial foi a obtenção de dados. “Fizemos uma avaliação com as meninas para ajudar, ou seja, uma avaliação corporal em que obtivemos os dados antropométricos de membros superiores, tronco e membros inferiores, então, nós tivemos uma avaliação das dobras cutâneas, que são as dobras de gordura nestas regiões. Também fizemos a somatória das gorduras, além do percentual de gordura de cada atleta”, explicou.

“Como já estamos acompanhando as jogadoras por um longo período de tempo, a educação já vem desde o Sub-15 e isso melhora a cada ano a composição corporal das atletas, mantendo-as dentro das referências”, acrescentou Stancanelli, que é também nutricionista do Grupo Minian.

Outra coisa importante citada por Mirtes é o suporte que vem sendo dado às meninas de acordo com avaliações realizadas, observando todo histórico e hábito alimentar delas. “Como já tinha dados anteriores, fazer outra observação do hábito alimentar valeu para saber o quanto de aderência elas tiveram nesses anos de orientação, o que foi muito bacana, pois cada uma encontrou o seu eixo e, ao longo desde tempo que estamos juntas, as atletas vieram muito melhor e mais educadas, conforme sempre orientamos”, comemorou a Mirtes, que foi jogadora de basquete, defendendo, entre outras, a conceituada equipe da Pirelli (Santo André).

As duas nutricionistas fizeram outra avaliação dos sinais e dos sintomas que as jogadoras apresentam, normalmente, ao longo dos períodos de treino. “Isso nos ajuda a achar o eixo e trabalhar uma alimentação que possa favorecer a performance, melhorando o conforto dentro dos treinos e no dia-a-dia. A partir destas avaliações e de todas as características das atletas, nós tomamos a decisão de fazer o valor calórico total, ou seja, uma quantidade energética alimentar que dê suporte a tudo isso, aos dois períodos de treinamentos e que elas possam ir diminuindo os sinais e sintomas, melhorando a capacidade corporal”, explicou.

“Decidimos em um tempo curto de trabalho fazer os pratos, in loco, de manhã até de noite, orientando três vezes por semana, no mínimo, o que aqueles pratos significam. Elas aprenderam sobre quantidade, harmonização dos pratos e sobre os nutrientes que estão dentro daqueles alimentos para elas. Três formas de educação alimentar o para que elas pudessem ver e imediatamente pegar na pista de alimentação. Conseguimos trabalhar uma amplitude de educação muito grande, visualização, aprendizagem e depois na prática”, descreveu.

Por fim, a dupla de nutricionistas está fazendo também uma avaliação do profissional, ou seja, avaliando diariamente se os sinais e sintomas diminuem e se as jogadoras tem energia para o dia todo, além de obter um bom processo de recuperação. “Já na última semana, antes de viajar, nós avaliaremos novamente a composição corporal e conversaremos com as meninas para ver o resultado da aderência em relação a nossa orientação”, concluiu Stancanelli.

Os treinamentos da Seleção Brasileira Adulta Feminina serão realizados em Pindamonhangaba (SP) até 03 de agosto. Já a ‘Copa América – 2017 (FIBA Women’s AmeriCup – 2017)’ será jogada de 06 a 13 de agosto, em Buenos Aires, na Argentina, classificando os três primeiros colocados ao Campeonato Mundial Adulto Feminino de 2018.

Compondo o Grupo A, a equipe nacional, comandada pelo técnico Carlos Lima, estreia enfrentando a Venezuela, no dia 06 de agosto (domingo). No dia 07, o adversário será a Colômbia, enquanto que no dia 08 o Brasil folgará. O retorno acontece em 09 de agosto, duelando com Ilhas Virgens. O selecionado nacional conclui a sua participação na primeira fase encarando a anfitriã Argentina, no dia 10.

IMPRENSA
Não haverá a janela de imprensa no sábado e no domingo (dias 22 e 23). Informações complementares: (11) 99724-8116 ou frederico.batalha@cbb.com.br, com o assessor de imprensa Frederico Batalha.