Notícias

20/07/2017
SESC CONSOLAÇÃO REALIZA EXPOSIÇÃO EM HOMENAGEM AOS 30 ANOS DO OURO NO PAN DE 1987

Foto: Alexandre Nunis/Divulgação
img
Para celebrar os 30 anos da conquista da medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de 1987, o SESC Consolação, em São Paulo (SP), inaugurou a exposição ‘120 x 115: o Ouro em Indianápolis’. Em homenagem ao aniversário de três décadas da emblemática vitória brasileira no torneio de basquete masculino, a exibição reconta os bastidores desta final histórica e o dia em que o Brasil derrotou os Estados Unidos dentro de casa.

Dia 23 de agosto de 1987. A data ficou marcada na história do esporte brasileiro como um dos momentos mais marcantes da Seleção Brasileira Masculina de Basquete. Diante de um público de 16.048 torcedores presentes na Market Square Arena, em Indianápolis, nos Estados Unidos, a equipe comandada por Oscar e Marcel surpreendeu o mundo ao realizar um feito até então inimaginável: vencer os americanos em seus domínios. A vitória por 120 a 115 deu ao Brasil a medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos.

Durante a competição, o Brasil teve seis vitórias e apenas uma derrota. Venceu Uruguai, Porto Rico, Ilhas Virgens, Venezuela, México e os Estados Unidos. O único revés aconteceu para o Canadá. Na decisão, a Seleção do técnico Ary Vidal quebrou uma série de marcas: foi a primeira vez que os americanos perderam um jogo de basquete em casa; primeira vez que foi derrotada em uma final no basquete; primeira vez que sofreu mais de 100 pontos diante do seu torcedor; além da perda de uma invencibilidade de 34 partidas oficiais.

Com curadoria do jornalista Marcelo Duarte, que na época tinha 22 anos e estava iniciando na profissão, apresenta ao público o caminho da equipe até a conquista e relembra a história dos atletas e da comissão técnica, revivendo os principais momentos deste jogo decisivo.

Estruturada em cinco módulos, a apresentação recria o jogo fase a fase: a "preleção", que contará a trajetória da seleção até aquela final, bem como a expectativa sobre ele; o "1º tempo", quando o Brasil terminou o período perdendo por 14 pontos; o "intervalo", quando um acontecimento no vestiário dos Estados Unidos motivou os líderes do elenco brasileiro ; o "2º tempo", quando aconteceu a heroica virada no placar e a seleção brasileira venceu a partida por 120 x 115; e a "comemoração".

Paralelamente à exposição, serão realizadas apresentações e clínicas esportivas, workshops, torneios, bate-papos e encontros que discutem aspectos da modalidade como novas metodologias de ensino, atualização em regras, preparação física, administração e marketing e contextualizam o legado dessa conquista, bem como debatem o atual cenário do basquete nacional.

Programação Paralela

06/07. Quinta, das 18h30 às 20h
Bate-bola com Rolando: o pivô no basquetebol - Com Rolando
Nesta atividade o público poderá jogar com Rolando, um dos pivôs da Seleção Brasileira Masculina de Basquete que venceu o Pan-Americano de Indianápolis (1987). Rolando, o mais novo da equipe no Pan, com apenas 23 anos à época, foi o primeiro jogador brasileiro a disputar a NBA e participou de duas Olimpíadas e três Jogos Pan-Americanos.
Não recomendado para menores de 16.
Grátis

10 a 14/07. Segunda a sexta, das 9h às 12h e das 13h30 às 16h
Basquete 3 x 3

Nesta atividade o público poderá experimentar e jogar o basquetebol 3 x 3, a mais nova modalidade olímpica, que terá a sua estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Além dos jogos as crianças e os jovens participarão do circuito de habilidades e desafios de arremessos. Com orientação da equipe da Associação Nacional de Basquete 3x3.
Livre
Grátis

11/07. Terça, das 20h às 21h30
A vitória em Indianápolis e o basquete brasileiro – Bate-papo com José Medalha, Cadum e Paulinho Villas Boas
Nesta atividade o público poderá conhecer um pouco mais sobre a marcante conquista da Seleção Brasileira de Basquete Masculino no Pan-Americano de Indianápolis, em 1987, além de saber curiosidades em uma conversa com três expoentes desta conquista, José Medalha, Cadum e Paulinho Villas Bôas. José Medalha começou a treinar profissionalmente em 1967, foi assistente técnico da Seleção entre 1984 e 1987 e técnico da Seleção Brasileira Masculina de Basquete nos Jogos Olímpicos de Barcelona 1992. Ricardo Cardoso Guimarães, também conhecido como Cadum, era o armador na época, fez parte do Monte Líbano, clube que dominou o basquete nacional em parte dos anos 1980, sendo três vezes campeão paulista e cinco da Taça Brasil. Paulinho Villas Boas passou 10 anos como ala da Seleção Brasileira, jogou duas Olimpíadas e dois Campeonatos Mundiais. Livre
Grátis

20/07. Quinta, das 18h30 às 20h
Clínica de basquete com Guerrinha
Nesta atividade o público poderá treinar basquete com Guerrinha. O treino traz conteúdos do basquetebol, como fundamentos técnicos e aspectos táticos da modalidade e é destinado aos interessados em iniciar esta prática, bem como aqueles que já a praticam. Guerrinha foi atleta de basquete, esteve presente na conquista da medalha de ouro da Seleção Brasileira de Basquete Masculino no Pan-americano de Indianápolis e hoje é o atual técnico da equipe de Mogi.
Livre
Grátis

25/07. Terça, das 20h às 21h30
A renovação do basquete brasileiro: como está a formação de nossos atletas? - Com Eduardo Agra, Cesar Guidetti e Fábio Antonio
Bate-papo sobre a formação dos atletas de basquetebol no país, desde as categorias de base até as equipes adultas, os motivos que levam a interrupção da carreira e do fortalecimento das gerações de atletas de alto nível. Com Eduardo Agra, comentarista esportivo, considerado o melhor jogador brasileiro na história do esporte universitário dos Estados Unidos, Cesar Guidetti, técnico do Esporte Clube Pinheiros e assistente técnico da Seleção Brasileira Adulta Masculina e Fábio Antonio, assistente técnico da Seleção Brasileira sub-15 masculina e diretor do departamento de seleções masculinas da Federação Paranaense de Basketball.
Livre
Grátis

22/07. Sábado, das 10h às 18h30
Torneio de basquete 3x3 feminino
O torneio promove a prática da modalidade e a integração das participantes. Você sabia que o basquete 3x3 é a mais nova modalidade olímpica e terá a sua estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020? O material será fornecido pelo Sesc. Para participar é necessário apresentar um documento original com foto. Com orientação dos instrutores de atividades físicas do Sesc. Inscrições a partir de 4/7 pelo e-mail esportes@consolacao.sescsp.org.br.
Não recomendado para menores de 16.
Grátis

28/07. Sexta, das 18h30 às 21h30
Torneio de basquete de veteranos - A partir de 40 anos
O torneio promove a prática da modalidade, o encontro e a integração dos participantes. A formação das equipes poderá ser mista e o material será fornecido pelo Sesc. Para participar é necessário apresentar um documento original com foto. Com orientação dos instrutores de atividades físicas do Sesc. Inscrições a partir de 4/7 pelo e-mail esportes@consolacao.sescsp.org.br.
Não recomendado para menores de 18.
Grátis

29/07. Sábado, das 10h às 18h30
Festival de basquete 3x3 sub 15 - Até 15 anos
O festival é destinado a jovens até 15 anos, promove a prática da modalidade e a integração das participantes. Você sabia que o basquete 3x3 é a mais nova modalidade olímpica e terá a sua estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020? A formação das equipes poderá ser mista e o material será fornecido pelo Sesc. Para participar é necessário apresentar um documento original com foto. Com orientação dos instrutores de atividades físicas do Sesc. Inscrições a partir de 4/7 pelo e-mail esportes@consolacao.sescsp.org.br.
Livre
Grátis

31/07 a 02/08. Segunda a quarta, das 19h30 às 21h30
Curso de atualização: arbitragem no basquetebol - Com Renatinho
Criado em 1891, nos Estados Unidos, o basquetebol faz parte dos Jogos Pan-Americanos desde a sua 1ª edição, em 1951, na Argentina e dos Jogos Olímpicos desde Berlim 1936. Praticado por aproximadamente 300 milhões de pessoas em todo o mundo o basquete está em constante evolução e, desde a sua criação, já sofreu diversas adaptações. O Curso de Atualização aborda o universo do basquete, amplia o debate sobre a modalidade e propicia a discussão sobre diferentes temas relacionados ao esporte. Realizado em 5 semanas, o curso apresenta 5 temas distintos, cada um debatido por um profissional da área. Na primeira semana (31/07 e 02/08) o tema será "Arbitragem no Basquetebol" com orientação do Renatinho, árbitro instrutor da Federação Paulista de Basketball. PROGRAMAÇÃO Semana 1 (31/07 e 02/08) : Arbitragem no basquetebol. Com Renatinho, árbitro instrutor da Federação Paulista de Basketball. Semana 2 (07 e 09/08): Metodologias de ensino do basquetebol. Com Roberto Paes, professor da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Semana 3 (14 e 16/08): Sistemas técnico e tático no basquetebol. Com José Neto, técnico do Clube de Regatas do Flamengo e auxiliar técnico da Seleção Brasileira Masculina de Basquete. Semana 4 (21 e 23/08): Preparação física no basquetebol. Com Diego Jeleilate, preparador físico do Club Athletico Paulistano e da Seleção Brasileira Masculina de Basquete. Semana 5 (28 e 30/08) : Gestão e marketing no basquetebol. Com Ary Rocco, professor da Escola de Educação Física e Esporte da USP. Informações pelo e-mail: esportes@consolacao.sescsp.org.br. Vagas limitadas.
Não recomendado para menores de 18.
Grátis

Serviço:
120 X 115: O Ouro em Indianápolis

Abertura: 4 de Julho de 2017, 19h
Visitação: 5 de Julho a 2 de Setembro de 2017
Segunda a sexta, 10h às 21h30 | Sábados, 10h às 18h30
Agendamentos para grupos: email@consolacao.sescsp.org.br
Livre
Grátis
Em diversos espaços da unidade

Sesc Consolação
Rua Doutor Vila Nova, 245
3234-3000

Confira as fotos: EXPOSIÇÃO “120 x 115: O ouro em Indianápolis”.