Notícias

13/04/2017
FEDERAÇÃO CEARENSE TEM 39 EQUIPES NA DISPUTA DAS COMPETIÇÕES ADULTAS

Foto: Divulgação/CBB
img
Coronel Julião criou alternativas para elevar o basquete do seu estado
A Federação Cearense de Basketball (FCB) tem motivos sólidos para comemorar, visto que suas competições adultas de 2017, masculina e feminina, terão 39 equipes em ação, mostrando que o esforço do seu presidente, Coronel Adelson Leite Julião, na condução da entidade, tem gerado resultados extremamente positivos.

“O Campeonato Cearense Adulto Masculino terá, nada menos, do que 31 equipes, sendo 12 na Série A-1 Especial e outras 19 na Série A-1, uma espécie de segunda divisão. No Feminino, são oito na disputa, totalizando então 39 equipes nos dois naipes”, explica Julião, relatando que existe ainda um campeonato da categoria que é exclusivo para times das cidades do interior do estado, composto somente por atletas nascidos no sertão cearense.

A Federação Cearense, mesmo com as dificuldades, encontrou um excelente caminho, optando por uma formatação mais suave na Série A-1, com as equipes compondo chaves de classificação, seguidas dos playoffs em forma de rodízio, quando as equipes de uma chave enfrentam as da outra chave até se encontrar as quatro melhores que vão às semifinais, com acesso para as três melhores à Série A-1 Especial de 2018.

“Já para a Série A-1 Especial, a formatação alinha rodízio simples para as 12 equipes, seguindo-se playoff de três partidas até se chegar aos finalistas, com três equipes descendo para a Série A-1 em 2018”, explica o Coronel Adelson.

Ciente da crise que assola o País, a alternativa adotada pela Federação Cearense é bem interessante e o número expressivo de equipes, que é o maior do cenário nacional, demonstra que foi uma ação acertada da entidade. A FCB aceita equipes formadas por grupos de 15 jogadores, que se cotizam, pagam as taxas de inscrições e mais um pequeno valor a cada jogo para ajudar na arbitragem; se for o caso, ainda as agremiações pagam mais as suas transferências locais.

“Os valores acessíveis das nossas taxas ainda permitem que os atletas rateiem a confecção do uniforme, que é exigido pelas Regras Oficiais das citadas competições”, finaliza Coronel Adelson Leite Julião, presidente da Federação Cearense de Basketball (FCB).