Notícias

06/08/2014
CLÍNICA TÉCNICA ABRE O DIA DE EVENTOS DESTA 4ª FEIRA NO BRASILEIRO EM POÇOS DE CALDAS

Foto: William Lucas/Inovafoto
img
Mais de 50 participantes, entre técnicos e auxiliares, tiveram a oportunidade de aprender e vivenciar um pouco mais sobre o basquete na Clínica Técnica da ENTB
Poços de Caldas, MG - Por conta do ritmo intenso da competição, as 49 equipes que disputam o Campeonato Brasileiro Sub-15 Feminino e Masculino da 1ª, 2ª e 3ª Divisões ganharam, nesta quarta-feira (dia 6), um dia de folga. Mas o descanso ficou mesmo só para os atletas, já que os mais de 50 participantes, entre técnicos e auxiliares, tiveram a oportunidade de aprender e vivenciar um pouco mais sobre o basquete na Clínica Técnica da Escola Nacional de Treinadores (ENTB), realizada no Ginásio Moleque César "Cascatinha", na cidade mineira de Poços de Caldas. Com as palestras de Cristiano Gramma, que abordou o tema "Conceitos Ofensivos", e Victor Mansure, que falou sobre "Situações Defensivas", os treinadores puderam discutir regras da competição e sobre a modalidade.

"Tenho três objetivos com está clínica. O primeiro é vender o que eu acredito, o segundo é vocês comprarem essa ideia e a terceira é criarmos coisas novas. Basquete muda o tempo todo e estamos aqui para discutir um pouco sobre isso", disse Gramma na abertura do evento.

Cristiano é técnico da Seleção Brasileira Sub-15 Masculina e da equipe Sub-22 do Minas Tênis Clube (MG) e destacou na aula teórica os conceitos ofensivos modernos do adulto aplicados na base.

"O meu tema é falar dos sistemas ofensivos pré-determinados com o objetivo de explorar a individualidade dos jogadores. Além disso, mostrar as jogadas possíveis nos ângulos das quadras e um pouco de táticas ofensivas", explicou o técnico mineiro. "Acho que é importante mostrarmos os movimentos ofensivos com início, meio e fim já definidos. E sistemas ofensivos também com início, mas com o meio e o fim definidos pela individualidade dos jogadores", completou.

Nas aulas práticas, o treinador mostrou na quadra sistemas ofensivos básicos importantes com a ajuda de 12 jogadores escolhidos pelos técnicos que disputam o Brasileiro, em Poços de Caldas.

"Mostrei sistemas importantes como jogos de passes, dá e segue, rotação após o drible e bloqueios indiretos sequenciais. Outra coisa que sempre converso com meus jogadores é que basquete é jogado com os pés e não com as mãos. É essencial saber a importância do trabalho de pernas. Dentro desses assuntos, mostrei também os conceitos ofensivos modernos que são dividir (split), poste alto/poste baixo (high low game), bloqueio "largo" (flare screen) e o bloqueio direto e entrada mais triangulação (pick n'roll)", comentou Gramma.

Já o Coordenador Administrativo da ENTB, Victor Mansure, colocou em pauta a discussão de regras do campeonato.

"Acho que alguns quesitos são importantes debatermos juntos porque são muitos técnicos e são para benefício dos jogadores, como a marcação apropriada para a faixa etária", explicou Victor.

O dirigente da ENTB abordou na prática as “Situações Defensivas”.

"Realizei alguns exercícios de aquecimento já preparando o atleta para realizar os movimentos defensivos, e depois uma sequência em que podemos realizar todos os exercícios ao mesmo tempo. Taticamente demonstrei o 'shell' e suas variações que podem acrescentar as táticas de defesa", relatou Mansure.

O Campeonato Brasileiro Sub–15 Feminino e Masculino é organizado e realizado pela Confederação Brasileira de Basketball (CBB), com o apoio da Federação Mineira de Basketball e Prefeitura Municipal de Poços de Caldas, e financiado pela Lei de Incentivo ao Esporte por meio do convênio com o Ministério do Esporte.