Notícias

24/07/2014
HÉLIO RUBENS EMOCIONA NO PRIMEIRO DIA DO CURSO NÍVEL 3 DA ENTB EM SP

Foto: Divulgação CBB
img
Hélio Rubens palestrou sobre o tema “O Segundo Fôlego” e foi aplaudido pelos 90 alunos presentes no Clube Hebraica
São Paulo, SP – Sabedorias e experiências de um campeão marcaram o primeiro dia do Curso nível 3 da Escola Nacional de Treinadores de Basquetebol (ENTB). Nesta quinta-feira (dia 24), o técnico Hélio Rubens Garcia, medalha de ouro no comando da Seleção Brasileira nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg (1999), palestrou sobre o tema “O Segundo Fôlego” e foi aplaudido pelos 90 alunos presentes no Clube Hebraica (Rua Hungria, 1000 – Bairro Pinheiros), zona oeste de São Paulo.

"Falar para grandes técnicos e atletas aqui presentes é uma grande honra. Mesmo os campeões possuem pequenos bloqueios psicológicos. E o meu trabalho aqui está sendo mostrar formas de neutralizar esses bloqueios e adotar a crença de que 'você pode'. Se conseguir isso, você começa a receber uma energia cósmica que vai atuar no seu comportamento, nas suas energias, nas suas emoções. E isso é muito importante", contou Hélio. "Otimista é aquele que acredita e o entusiasta é o que faz acontecer, através de atitudes e pensamentos. Precisamos ser mais otimistas e entusiastas", completou o treinador.

Hélio destacou ainda a importância do esporte como agente educacional.

"O trabalho educacional é mais importante que o esporte em si porque da quantidade se tira a qualidade. O esporte é importante para formação do caráter, personalidade, a consciência do que é certo e o que é errado, como agir nas situações. Você prepara a pessoa para o futuro. Só que esses conceitos são praticados no esporte, que é um agente educacional. Se todas as escolas tivessem esporte obrigatório, o resultado seria maravilhoso", finalizou Hélio Rubens.

Em seguida, Flávio Davis, coordenador pedagógico da ENTB, destacou os “Sistemas Defensivos de uma equipe de Alto Rendimento”.

“Quando um técnico analisa a sua equipe e seus adversários é importante saber o que passar para os jogadores e saber avaliar o que passar. E com isso avaliar como será o crescimento do atleta e seu entendimento do jogo. O objetivo é que os atletas tenham boas tomadas de decisões e leitura de jogo. Existem vários recursos para essas análises, com vídeos, formas de dar o treino, mas a meta é aprimorar a capacidade do atleta em ter uma melhor tomada de decisão", afirmou Davis.

Nesta sexta-feira (25), as aulas iniciam, às 9h de Brasilia, com a palestra do ex-jogador da Seleção Brasileira e líder de competição de basquetebol da Rio 2016, Paulinho Villas Bôas, sobre o Programa de Voluntários do Rio 2016. Na sequência, o treinador do Pinheiros, Marcel de Souza, abordará os "Conceitos Defensivos e Ofensivos", e o preparador físico da Seleção Brasileira Adulta Masculina, Diego Jeleilate, destacará a "Interdisciplinaridade, Controle e Monitoramento de Atletas". O técnico Régis Marrelli entra em quadra para mostrar "Ataque contra Individual" e fechando o dia acontece um Fórum com os técnicos presentes.

O curso de capacitação Nível 3 é composto por módulo presencial, com carga horária total de 30 horas. No final do curso os treinadores serão submetidos à avaliação escrita sobre os temas discutidos. Para receber a Carteira Nível 3 o treinador deverá estar regularizado junto ao CONFEF/CREF, possuir Carteira Nível 2, por no mínimo dois anos (24 meses), ou comprovar experiência de ter atuado por três temporadas, consecutivas ou não, como treinador da faixa etária de 20 anos ou mais, e/ou como treinador ou auxiliar técnico de categoria adulta. A comprovação deverá ser feita através da Federação. O participante deverá participar e ser aprovado no Curso atingindo 70% de acerto na prova. Os alunos não aprovados poderão refazer a prova. Estudantes de educação física ou demais, receberão certificado de participação.

Programação

- Quinta-feira (dia 24 de julho)
– O Segundo Fôlego (Hélio Rubens)
– Análises de Equipe (Flávio Davis)

- Sexta-feira (dia 25 de julho)
09h00 / 10h30 – Programa de Voluntários Rio 2016 (Paulinho Villas Bôas)
10h30 / 12h00 – Fórum / Associação de Treinadores (Todos)
13h30 / 15h00 – Interdisciplinaridade e Controle e Monitoramento de Atletas (Diego Jeleilate)
15h00 / 16h30 – Conceitos Defensivos e Ofensivos (Marcel de Souza)
16h30 / 18h00 – Diferenças entre Contra-ataque e Transição (Marcel de Souza)

- Sábado (dia 26 de julho)
09h00 / 10h30 – Ataque contra individual (Régis Marreli)
10h30 / 12h00 – Sistemas defensivos de uma equipe de alto rendimento (Flávio Davis)
12h00 / 13h30 – Ataque contra Zonas e Defesas Mistas (Régis Marrelli)
17h30 / 19h30 – Treino da Seleção Brasileira (*local: E.C. Sírio)

- Domingo (dia 27 de julho)
09h00 / 10h30 – Exercícios para Treinar Correndo (Paco García)
10h30 / 12h00 – Exercícios para Treinar Defesa (Paco García)

Cadastro Nacional

O Cadastro Nacional é uma importante ferramenta de informação e comunicação entre os profissionais da modalidade. Para se cadastrar Clique aqui.

Sobre a ENTB

A Escola Nacional de Treinadores de Basquetebol (ENTB) foi criada em dezembro de 2009 pela CBB, com o apoio do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Os cursos são divididos em três níveis. O primeiro é para os profissionais que trabalham com jovens de 10 a 14 anos, que recebeu a denominação de iniciação ao basquete. O nível dois é para quem lida com jogadores de 15 a 19 anos. Já o três é destinado para os técnicos que dirigem equipes de alto rendimento ou alto nível.