Notícias

15/03/2013
NOVO PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO GAÚCHA TRAÇA SUAS PRIORIDADES

Foto: Divulgação FGB
img
Com uma carreira de sucesso no basquete de Caxias do Sul, Rogério Carbelon assume a presidencia da Federação Gaúcha
Caxias do Sul, RS – O novo presidente da Federação Gaúcha de Basketball Rogério Caberlon, de 53 anos, foi eleito no dia 28 de fevereiro e já iniciou seu trabalho em substituição a Gilson Hernann Kroeff, que assume a vice-presidência da entidade. Rogério destaca três pontos como sendo os principais no início de sua gestão: massificar a modalidade com incentivo para o minibasquete, ajudar o Estado a ter novamente uma equipe adulta no Novo Basquete Brasil (NBB) e melhorar a remuneração dos oficiais de quadra e mesa.

“Vamos massificar o basquete gaúcho com incentivo para o minibasquete. Não podemos deixar clubes que sempre fizeram basquete fecharem seus departamentos. Precisamos encontrar um meio de diminuir as despesas desses clubes para que eles continuem participando dos eventos da Federação. Fui dirigente de clube e sei que os gastos são altos”.

O segundo ponto é ajudar os clubes que fazem o adulto a colocar novamente o Rio Grande do Sul no cenário nacional. “Há três, quatro anos, estamos fora da Liga Nacional. Para um estado que já teve um campeão brasileiro (Corinthians de Santa Cruz do Sul, em 1994) e outras disputando títulos (Ulbra e Bira), não podemos ficar fora do cenário nacional. Sabemos das dificuldades, mas em um médio prazo temos que pensar em nosso retorno ao NBB”, afirmou.

Outra questão diz respeito à melhoria da remuneração dos oficiais de quadra e mesa da Federação: “Eles ganham muito pouco. Precisamos motivá-los porque fazem parte de uma parcela importante do crescimento do basquete em nosso estado. Vamos encontrar uma forma para ajudá-los”, afirmou.

Para melhorar a comunicação entre a federação clubes, jogadores e a comunidade do basquete gaúcho, Caberlon quer tornar o site da entidade (www.basquetegaucho.com.br) como o veículo de comunicação. “Será um ponto importante que precisamos agilizar com a maior rapidez. Hoje, um pai que está viajando quer saber o resultado do jogo do filho quase que simultaneamente ao fim da partida”, concluiu.

Carreira esportista

Com uma carreira de sucesso no basquete de Caxias do Sul, onde reside e passou a gostar da modalidade devido ao interesse do filho Marcelo (jogou na base), Rogério Caberlon até brinca com sua atual situação.

“Deixei de ser dirigente de clube para dirigir a Federação Gaúcha. Estive no lançamento da equipe de Caxias do Sul, que irá disputar a Copa Brasil Sul. E, pela primeira vez, não falei como diretor da equipe que ajudei a fundar e sim como presidente da Federação Gaúcha. Fiquei até sem jeito”, lembrou.

“Como diretor e presidente do time de Caxias do Sul ajudei a montar várias equipes e acho que dei minha contribuição. Gostava de ver a gurizada ganhar. Mas o importante era ter atletas de casa que fossem jogar um campeonato e que no ano seguinte poderíamos contar que estariam jogando novamente com a camisa do clube”, relatou.

Temporada 2013

O presidente Rogério Caberlon convocou para este sábado (dia 16) a primeira reunião de trabalho com os clubes filiados em todas as categorias. No dia 6 de abril, será realizado um novo encontro para a formatação do regulamento dos campeonatos, já com a previsão de início das competições das categorias de base para o final de abril e início de maio. Os campeonatos adultos terão início no segundo semestre.