Notícias

20/02/2013
PRESIDENTE EDUARDO SCHAFER SONHA COM EQUIPE DA PARAÍBA NA LIGA FEMININA

Foto: Divulgação CBB
img
O presidente Eduardo Schafer ao lado da diretora de Seleções Femininas Hortência
João Pessoa, PB – O novo presidente da Federação Paraibana de Basquete, Eduardo Schafer, toma posse nesta quinta-feira (dia 21). Como um dos grandes defensores do basquete feminino no Estado, Schafer tem sonhos a serem realizados. Um deles é ver o mais rápido possível uma equipe do Estado na Liga de Basquete Feminina (LBF).

“Gostaríamos de estar pensando em ter uma equipe masculina no Novo Basquete Brasil e uma feminina na Liga Nacional. Mas para ter um time masculino é preciso ter muito recurso. Hoje, temos uma base muito boa no feminino e é bem mais viável. Espero conseguir realizar esse sonho na temporada 2014 ou no máximo em 2015”, diz o dirigente.

Além de trabalhar para colocar uma equipe feminina na LBF, Dudu Schafer, como é chamado, tem como objetivo a massificação do basquete no Estado. “Isso só será possível se conseguirmos interiorizar a modalidade. Basicamente o basquete se restringe a duas cidades: a capital João Pessoa e Campina Grande. Queremos levar também o esporte para o interior para que cada cidade tenha uma equipe de base. Só assim poderemos massificar a modalidade”, afirma.

O novo presidente da FPB fala com orgulho das seleções Sub-15 Feminina e Masculina na Primeira Divisão e garante que não medirá esforços para colocar as outras categorias na elite do basquete brasileiro.

“Queremos colocar a Paraíba no mesmo nível dos grandes centros do basquete no país. Não é uma meta que pode ser concretizada de uma hora para outra, mas vamos trabalhar para que isso aconteça. Massificar, tirar qualidade e, quem sabe, levar os atletas paraibanos para as Seleções Brasileiras”, acrescenta.

O dirigente destaca também o crescimento e o nível da arbitragem na Paraíba, citando como exemplo a árbitra Wildelene Cardoso. Na última segunda-feira (18), ela foi uma das três oficiais que apitou a partida Maranhão Basquete x São Jose/Colinas pela Liga de Basquete Feminina. Ao final da partida, Wildelene foi muito elogiada por sua postura e decisões tomadas.

Nesta quinta-feira, a solenidade de posse da nova diretoria paraibana, que tem como vice-presidente Hevelter Rodrigues Guedes, contará com as presenças do presidente da Confederação Brasileira de Basketball (CBB), Carlos Nunes; da diretora de Seleções Feminina da CBB, Hortência Marcari; do professor José Medalha; do ex-jogador de vôlei Zé Marco, subsecretário de Esportes da Paraíba, e do atual técnico da Seleção Brasileira com deficiência visual, Fábio Luís.

Intercâmbio internacional

Pela primeira vez na história do basquete paraibano, uma equipe foi convidada para participar de um Torneio Internacional fora do país. A equipe feminina Sub-19 do Cabo Branco/Colégio Motiva disputou o Torneio Internacional de Viña Del Mar, no Chile, contra o Boston College e a Universidade do Chile. “Para nossas jogadoras foi uma experiência sensacional e, com certeza, irá abrir as portas para outros convites”, completou Dudu Schafer.